Buscar

Sexta 04 Agosto 2017

Noticias Urgentes

19/04/2013 00:00

Luana Machado

Eleições no Paraguai – Luana Machado

No domingo (21 de abril), acontecerá a primeira eleição presidencial após o impeachment de Fernando Lugo, ocorrido em 2012. Um diferencial nesta eleição é que, pela primeira vez, os paraguaios que residem ou estão no exterior, poderão registrar seus votos.

Os candidatos à presidência tiveram dois meses para convencer os 3.516.273 eleitores de que são merecedores de sua confiança.  Dos candidatos, apenas um é mulher, quebrando o conceito machista presente no país.

No Paraguai não há reeleição ou segundo turno como no Brasil. Disjunto do percentual dos votos válidos, o primeiro colocado é declarado vencedor da eleição. Já para eleger os senadores e deputados, os eleitores não escolhem uma pessoa pelo seu nome. Os partidos montam listas (chapas) e os eleitores escolhem uma delas para votarem. A nomeação vai depender da quantidade de votos obtidos nas chapas. O Senado conta com 45 cadeiras, enquanto a Câmara dos Deputados tem 80 legisladores. No caso dos parlamentos regionais, a quantidade de legisladores varia de acordo com a população do estado.

No Paraguai, o sistema de votação ainda é manual, sendo feito em cédulas de papel, o que ocasiona um processo de contagem de votos mais lento e alvo de possíveis questionamentos e denúncias de fraudes. Como no Brasil, o voto é obrigatório. A votação será realizada nos períodos manhã e tarde.

De acordo com as pesquisas de intenção de voto, o candidato Horacio Cartes , do Partido Colorado, aparece liderando as pesquisas. Em segundo lugar está o candidato do Partido Liberal, Efraín Alegre e em terceiro lugar está o jornalista de esquerda, Mario Ferreiro, do partido Avança País.

Mesmo não sendo candidatos à presidência, vários nomes podem influenciar a decisão dos eleitores, entre eles: O ex- presidente do país, Fernando Lugo; o atual presidente Federico Franco; Lino César Oviedo, mesmo falecido, continua a influenciar pela criação do partido União Social dos Cidadãos Éticos.

Por: Luana Aline Aires Machado – 7º Jornalismo. O editorial foi produzido na aula de Jornalismo Especializado do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas.

 

Comentários

Comentar

{ Últimas Participações

©2010-2011 - A Fronteira - Todos os direitos reservados.